O Cachorro

sexta-feira, 18 de março de 2011

Era um cachorro. Desses pequenos de apartamento.

Ele amava o seu dono.

O dono saia cedo pra trabalhar e voltava só no fim do dia.

O cachorro passava o dia a esperar o momento do reencontro.

Muitas vezes, na janela, deitava a cabecinha no parapeito e esperava.

Esperava.

Esperava porque nada que ele fizesse podia levá-lo a encontrar seu dono naquele momento.

E olha que ele tentara. Muito.

No começo ele pensou que seria fácil. Era só fazer o que o dono fazia, abrir a porta.

Ele se empenhou nisso. Mas era só um cachorro. E por mais que arranhasse e pulasse, a porta não se abria.

Tudo o que ganhava com isso era umas broncas por destruir a porta.

Depois tentou chorar. Sempre que seu dono saia ele chorava. Uivava bem alto.

Isso cortava o coração do dono.

Mas o dono não podia voltar. Não naquela hora.

E depois de esgotar todas as possibilidades, o cachorro se tocou:

"Por mais que eu tente, não há nada que eu possa fazer pra me encontrar com meu Dono. É sempre Ele que vem ao meu encontro".

Na minha vida eu percebi isso também. Por mais que tente fazer coisas que me coloquem mais perto do meu Dono, não funciona. É sempre Ele que vem ao meu encontro.

*"Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie"** (Efésios 2:8-9)

1 comentários:

Rodrigo disse... ►Responder Comentário

ooo mano, vou recomentar aqui..hehe

que da horinha...
ficou bem biblico... rs
até a parte em que o cachorro uiva por querer o dono e aquilo cortar o coracao do dono..

tudo esta no controle de Deus, a maçaneta, a comida e o cuidado é só ele que pode dar, ate pq a maçaneta tem a forma de mão do dono..

ele entende coisas que o cachorro nao entende..
Ele q nos encontra!

Ficou fera msmo mano..parabens!
:]

Postar um comentário

Críticas, dúvidas e sugestões aqui