Como você quer o seu mundo?

domingo, 18 de dezembro de 2011

Se eu quiser um mundo sem Deus, Ele me dará esse mundo¹ no fim dessa vida.

Lembre-se que Ele te tornará responsável por sua decisão.

Se vc não sabe do que estou falando, então Ele me tornará responsável por não tê-lo avisado. E ambos estaremos debaixo da condenação.

A diferença é que mesmo culpado, alguém vai me absolver no julgamento.

Vc que escolheu um mundo sem Deus, não será absolvido automaticamente partindo do pressuposto de que Deus é amor. Deus é justiça tbm e o padrão dele é bem alto.

Se vc nunca mentiu,
nunca roubou,
nunca desejou aquela gata do outro cara,
nunca teve inveja, desejou o mal, matou ou violentou,
nunca desrespeitou,
nunca deixou de ter relacionamento com Deus,
nunca deixou de amar o próximo como a ti mesmo incluindo seu inimigo,
nunca defraudou alguma pessoa oferecendo um beijinho ou sexo só pra te satisfazer,
nunca idolatrou algo a ponto de ser seu motivo de prazer ou alegria,
nunca usou o nome de Deus no lugar de alguma palavra torpe vulgo palavrão e outras coisas semelhantes,
ou se vc nunca cometeu tudo isso que citei até mesmo por pensamentos, então pode ser que vc não seja culpado por Deus no fim. Pode ser que vc mereça morar com Ele no paraíso.

Padrão alto né?

Larga a mão disso que vc chama de livre-arbítrio² e entregue-se aos cuidados de quem sabe como te consertar e controlar suas decisões.

Quem tem ouvidos para ouvir, ouça!

Dica: Ele também não deixará entrar no paraíso alguém que nunca trocou uma ideia com Ele né. No mínimo óbvio.

Deus amou o mundo tanto, que deu seu único filho para que todo aquele que nele crê, não morra eternamente (mundo sem Deus), mas que tenham a vida eterna.

Ele é o único caminho³, a verdade e a vida. Ninguém pode chegar a Deus a não ser por Jesus.
Tá entendendo que não precisa fazer nenhum sacrifício ou promessa para garantir sua salvação?

Está pago!
O que vc decidirá fazer com essa informação que vc leu? Qual será o mundo perfeito para você?

Lembre-se, o que vc decidir definirá seu destino eternamente e será usado contra ou a favor na hora do julgamento.

--

Notas


¹ Sobre o 'mundo sem Deus', é o mesmo que inferno ou morte eterna. Claro que Deus é onipresente e não há canto algum em que ele não esteja. Pois no inferno estará presente a ira de Deus, mas não estará suas benevolências ou virtudes.


² Livre-arbítrio pode ser um termo mal interpretado. Se for a capacidade do homem sozinho descobrir que tem que voltar para Deus e assim dizer no fim que foi ele próprio que teve o querer quanto o realizar, creio estar equivocado o sentido. Mas se livre-arbítrio for algo como a responsabilidade humana no mundo, creio estar certo, pois a bíblia não tem medo de afirmar a soberania de Deus ao mesmo tempo da responsabilidade do homem. Exemplo:

Responsabilidade humana: 
"Jerusalém, Jerusalém, que matas os profetas, apedrejas os que a ti são enviados! quantas vezes quis eu ajuntar os teus filhos, como a galinha ajunta os seus pintos debaixo das asas, e não o quiseste!
Mateus 23:37"


Soberania de Deus: 
"E dizia: Por isso eu vos disse que ninguém pode vir a mim, se por meu Pai não lhe for concedido.
João 6:65"



³ Jesus é o único caminho, não é um dos caminhos. Alguém que diz que todos os caminhos levam a Deus e que nenhuma religião sabe exatamente como Deus é, onde todas estão certas em alguns aspectos é um argumento falso por si só, pois como alguém pode afirmar a verdade ser relativa com um tom de verdade absoluta? Se há uma verdade realmente absoluta, então todas as variações dela não podem ser consideradas verdades. Quem está mentindo nessa história?


PS. Essas são notas bem simples para leigos no cristianismo protestante, vc que entende de teologia complemente suas idéias com sensatez de forma que não seja uma neblina para esses leigos. Tenha sabedoria em saber quem pode estar lendo seus comentários. Tudo aqui pode ter valor eterno.
E se tiver alguém que manja de português, me avise dos erros cometidos. :)